quarta-feira, 1 de junho de 2011

Encantos e tormentos

Conforme os dias passam, fico mais fascinada com a maternidade e mais encantada com o Gustavo.
Embora ele ainda não fale nada, ele já sabe se expressar e o mais interessante é que a gente consegue entender!! Ele também já entende bastante coisa sobre o que acontece ao seu redor.

Ele já entende, por exemplo, a minha ausência durante o dia.
Até bem pouco tempo, apesar de saber que não era o ideal, eu saia de perto dele, de fininho, pra ele não ver, porque se ele visse, ele sempre vinha até a porta, batia as mãos e  ficava chorando do lado de fora. E isto era de cortar o coração.
Agora eu apenas digo que vou trabalhar! E recebo beijos e até tchauzinho.
Um dia destes ele até fechou a porta do quarto onde trabalho, depois que eu entrei. Pode?

Ele também já entende quando, a noite, chega a hora de dormir.
Todo dia digo a mesma frase e quando termino de dizer, ele se joga no colo do pai para os "procedimentos" pré sono, que terminam com beijos no pai (sem que a gente peça!!! - isto é o auge da gostosura) antes de vir para o meu colo para mamar .

A cada dia, ele faz pequenas e simples descobertas.
Quer coisa mais simples do que observar uma peneira?
Passar o dedo na telinha e sentir a textura, passar a unha e ouvir o barulho.
Mas ao mesmo tempo que ele parece muito ingênuo com o objeto na mão, ele aponta para o liquidificador, faz 'vrummm' com a boca acompanhado do movimento em círculos do dedo indicador (barulho e gesto que servem também para o secador de cabelo, o aspirador de pó, o moedor de café e qualquer outro aparelho que faça barulho) e me entregar a peneira para coar o suco.
Gente, fala sério? Pra quem nasceu "outro dia mesmo", isto não é demais?
Ele me provoca crises de amor!

Mas existem outras coisas na maternidade, que não são tão gostosinhas assim.
Nos últimos dias, o Gu tem dado um certo trabalho nas madrugadas. Numa das noites, ficamos quase 3 horas na luta para tentar fazê-lo dormir de novo. Ele anda chato e chorão.
E esta mãe incompreensiva que vos escreve, perde a paciência algumas vezes.

Os fatos:
Ele ainda acorda de madrugada. Isto não é novidade.
Só volta a dormir no peito. Isto também não é novidade.
Normalmente solta o peito por iniciativa própria e volta a dormir logo. E eu posso voltar a dormir também.
Mas já passamos por algumas fases mais críticas, que até hoje eu não consegui identificar os porques delas acontecerem, onde ele acorda, mama e não quer mais largar o peito. Fica chupeitando e dormindo. Só que dorme um sono leve, ao ponto de acordar e chorar de novo, toda vez que eu tento tirar o peito.
E quando estas fases acontecem, duram algumas noites.
Resultado: o peito dói, o corpo dói (de ficar só numa posição), o cansaço se instala e irritação também e a paciência diminui.
E não por coincidência, sempre que estamos vivendo estes períodos, eu penso em fazer o desmame noturno. Obviamente, é o pior momento para fazê-lo, porque eu fico nervosa, cansada e a chance do processo dar certo é praticamente nula.
Sabe o que é você tentar dificultar a mamada, puxando o corpo para trás e tentando fazer com que a criança largue o peito, quando o mesmo está dolorido? Estressante!
Às vezes me sinto uma criança, brigando com ele pelo que eu quero. É difícl
Ele também me provoca crises de irritabilidade.

***

Estréias

No último domingo, nós fomos ao circo! A minha última vez no circo foi há.. hã...bem... deixa pra lá. Faz muito tempo. Quando chegamos, ficamos sabendo que seriam DUAS horas de espetáculo. Pensei comigo, não vamos aguentar (nem ele, nem nós). Mas para surpresa de todos, ele ficou bem quietinho, só assistindo, a maior parte do tempo! E nós, quem diria, nos divertimos até com as palhaçadas mais manjadas!


Na segunda feira, ele fez sua primeira consulta com a dentista. Se comportou bem....mas só até a hora de abrir a boca! Daí não teve jeito. A dentista, a assistente e eu tentamos de tudo, mas não teve desenho, nem brinquedinho, nem jato de ar, nem nada que ajudasse! Mas isto é normal e já era esperado.
O importante é que está tudo em ordem com os dentinhos dele e recebemos os parabéns! Com uma única ressalva, a(s) mamada(s) da madrugada (meu atual tormento)

13 comentários:

Cin disse...

Uma das coisas que mais gosto na maternidade é que temos novidades todos os dias. Bjão!

Bia disse...

incrível como a maternidade traz esse tipo de sentimento, né? Parecia que eu estava lendo o relato das nossas últimas 3 semanas, mas um sorriso já paga o sofrimento:) vou acompanhar de pertinho os comentários para ver se surge uma solução milagrosa;) beijos!

Kelly Resende disse...

Oi Fabiana, me identifiquei com o post, principalmente no quesito mamadas da madrugada. Aqui em casa é igual, as vezes ela dorme umas 6 horas mas ainda mama a noite. O pior é qdo acorda por volta das 6 qdo estou naquele sono mais gostoso e fica nessa de não querer largar o peito. Por essas e por alguns escandalos na rua querendo peito é que eu já pensei algumas vezes no desmame, mas na prática ainda não tenho coragem de começar...
Qto aos dentes, eu bem que tento mas a Clara não me deixa escovar, só ela que fica mastigando a escova e pronto.
Beijos

Chris Ferreira disse...

Oi Fabi,
a maternidade encanta mesmo. Ver o desenvolvimento dos nosso filhos é mágico. Concorco que tem as suas chatices também. O bom é que no final os encantos são bem maiores do que os tormentos, né?
Adoro circo. Sabe que eu ainda não levei a Sofia em um circo desses de lona mesmo. Ela já foi no Cirque du Soleil e em espetáculo cicense em teatro. Mas faz falta um circo popular, né? Tá na minha lista.

beijos
Chris
http://inventandocomamamae.blogspot.com/

Lia disse...

Essa fase é uma delícia mesmo, principalmente essa dos brinquedinhos simples. Hoje, quando saí pra trabalhar, deixei Emília com o pai absolutamente entretida em colocar as mudas de roupa da creche dentro dos saquinhos. Pra quê passar roupa...?

Dea, a mamae da Nina disse...

bem vinda ao clube tb perco a paciencia amiga, e como...ONtem Nao sei como nao dei uns petelecos na Ninoca q estava impossivel.......
Sou contra tapinha mas olha tem horas........
Qto ao peito eu tirei aos 9 meses pq a noite Nina pegava as 19h 30 e ficava ate quase 21h. Como ja almoçava e jantava resolvi desmamar total, estava exaurida e me sentia sem animo quando ia chegando a hr da mamada da noite.
Bjs bjs bjs

Carol Garcia disse...

e a gente nunca vai cansar das novidades diárias.
e nunca vai parar de babar tbm...

bjo

Nayara Kraemer disse...

Fabi ,
voce sabe bem que eu sigo o caminho contrário ao seu a respeito da amamnetação e isso não quer dizer que eu ou você estejamos certas . Mas , amiga , não precisa se cobrar tanto , não precisa ser tão radical . Você é um ser humano ! Precisa de sono ... precisa estar descansada !
De repente se pensar melhor no desmame noturno , com um puco mais de carinho vai ver que será melhor nesse momento para ambos !
Bjokas imensas e me preocupo quando voce conta essas coisas !

Renata disse...

Fabi, estranho seria se vc nunca perdesse a paciência, né? Noites em claro são muito cansativas e a gente perde a paciência mesmo. Normal.
Ainda bem que toda gostosura e fofura compensa a parte ruim, né? rs!
beijo

Fabi disse...

Ai Fabi, nesse frio as madrugadas são mais intensas ainda, eu não sou uma boa referencia sobre sono e mamadas noturnas, dei o mama ao Arthur durante a madrugada ate uns 2 anos e meio...rs mesmo com todas as recomendações não é facil, largou o peito com um ano e depois eram mamadas noturnas com a mamadeira, nada mudou, só o peito que não doia... o Gu ta lindo. bjs amiga

Paloma, a mãe disse...

Fabi, adorei a expressão "crises de amor"!
Sobre as mamadas noturnas, aqui é igual. Mas ela só acorda para mamar e dorme, nunca tenta brincar.
Por que vc não tenta uma homeopatia, um floral? Eu tava dando um floral, mas ela ficou com o nariz entrupido e aí não tinha jeito de não acordar tanto... vou deixar para tentar de novo depois que fizer 1 ano.
Beijos

Lu Azevedo disse...

Oi Fabi querida,

Ah... os filhos e essas descobertas de genios... Eu adoro e vibro com cada coisa que o Nic aprende, descobre, observa... Tambem babo mesmo!

Quanto às mamadas noturnas, queria muito te ajudar, mas não tive experiencia com isso - não por falta de tentar muito!

Mas tive sim muito problema com uma mania que Nic teve (super bizarra!) de beliscar as costas da minha mão enquanto dormia. Era tanta dependencia, que eu não podia nem mudar de posição, nem tirar minha mão hora nenhuma que ele acordava. Aquilo me desesperava! Eu acordava morta no outro dia, com o braço todo doendo de tanto ficar do mesmo jeito. Mas passou, felizmente.

Fabi, já vi muitas mães questionarem se está na hora do desmame noturno, mas acho que quando o cansaço toma conta e a criança já come bem, talvez o momento há chegado. Como vc falou, estando irritada talvez seja a pior hora... mas talvez não... talvez se vc traçar esse objetivo com olhos no resultado final (dormir a noite toda) funcione como seu melhor motivador pra respirar fundo e ter paciencia. Vai recusando as poucos, tentando outras alternativas... Aqui, qdo tirei a chupeta do Nic, eu fazia massagem pra ele voltar a dormir. Por sorte, descobri um substituto que ele aceitou. Quem sabe o Gu também não aceitaria um substituto pro peito à noite? Algo que o conforte tambem?

Enfim, torço por você! Estou torcendo pra que tudo se encaminhe da melhor forma!

Beijos,

Lu

Patrícia Boudakian disse...

Fabi, a maternidade é incrível. Acho que quem não a vive jamais saberá como é. Quando não era mãe, imaginava. Agora percebo que é tudo diferente do que pensava. É realmente arrebatadora em nossa vida!

Acompanhar o desenvolvimento da cria é incrível. Fico boba a cada dia que passa e Alice demonstra uma gracinha nova.

Confesso que também perco a paciência às vezes. Mas é normal, somos normais, né? Mas logo passa.

O circo que você foi chama-se VOX? Curiosidade. Faço assessoria pra esse circo e quando disse DUAS horas de espetáculo imaginei que pudesse ser.

Beijo enorme procê lindona!

Related Posts with Thumbnails