segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Testando os limites

Não sei se sou eu que estou sem muita paciência estes últimos dias, mas tem horas que o Gustavo me tira muuito do sério (pra não falar que me irrita, porque soa pesado demais para uma mãe que ama o filho).
*Viu amor? Foi só elogiar que desandou.*


Tá fazendo umas manhinhas tipo chorar (ou melhor fingir que chora) toda hora e por quaquer coisa (por exemplo, estou cortando uma fruta ele chora porque quer tudo imediatamente), na hora da comida, ele quer meter a mão no prato e ainda assim come pouco, quase nada, mas faz uma bagunça sem fim. Tem dias que o meu humor permite e até incentiva isto, mas tem outros que Deus me livre...e nestes dias, eu só quero que ele coma e se não deixo ele fazer o que quer, ele chora ou grita ou sei lá como chamar esta demostração de descontentamento irritante que ele tem ... (Eu só não me preocupo muito com a alimentação porque fruta, ele come muito bem. Devora qualquer uma que eu der). Anda jogando tudo no chão (tá eu sei que isto é normal da idade, mas cansa), joga as coisas em baixo de algum lugar (de propósito) e daí chora porque não consegue pegar... fora algumas noites em que ele acorda e chora e não quer peito, não quer colo (ele dá aquela famosa arcada nas costas e esperneia), não quer ficar deitado, não quer nada... parece que é só sono mesmo, porque ele se vira de um lado, se vira de outro dá uma bitoca do meu peito ensaiando uma mamada e logo ele mesmo percebe que não é isto que ele quer. Parece que ele tem que se ajeitar como fica melhor pra ele e enquanto não consegue, ele chora.

Esta noite foi f*d*... eu tava mal da gripe (cabeça pesada, nariz ruim, calor, frio tudo ao mesmo tempo), ele chorando e eu me arrastando com ele no colo. Fiquei com vontade de colocar ele num envelope da Fedex e mandar pra Califórnia...

Hoje já estou bem melhor (da gripe, não do humor).
Também, com este calor dos infernos que tá fazendo aqui, não tem quem aguente....

pronto, chega....desabafei!

19 comentários:

Carla Arruda disse...

Ajuda falar que conheço esse filme? rs

Kel disse...

Oi flor, relaxa, vai piorar viu?? haha
a Lara é uma cabeçuda de primeira, mas o importante é saber que eles são pessoinhas boas, de coração e é só botar uns limites que tudo se acerta. Mas sei o qto é difícil. Falo que mãe não tem direito nem a ficar doente. Aqui qdo o povo todo pega alguma virose fica se arrastando pela casa, aí, se chega perto de mim, a tal virose dura um dia pq não posso me dar ao luxo de ficar mais de um dia com qq tipo de dor... phodex, né? espero que vc melhore, da gripe, do humor. Pense que seu pequeno está crescendo e essa manha toda faz parte do desenvolvimento dele - ele vai te testar, vc vai mostrar até onde pode o que não pode. Isso não significa que ele vai parar de te testar...
Ai, e a Lara que ontem desembestou a ter um febrão daqueles. E hoje começou as aulas. Eu acho que foi um psicológicão básico que rolou pq ela não ficou doente nem um dia das férias, agora que volta as aulas a bichinha resolve ficar adoentada. Ela não quer voltar... agora já está mais conformada, mas ainda não curte a idéia. *rs
bjocas lindona, uma ótima semana p/ ti!

Kelly Resende disse...

Hum essas costas arqueadas eu conheço bem, aqui tb tem isso. E muita manha e gritos, e mania de jogar tudo no chão. Enfim, acho que eles são bem parecidos, como vc disse, nos testam o tempo todo. E nós temos que conseguir colocar o tal do limite. O problema é: como?
Beijos

Alessandra Pilar disse...

Oi flor...
Pois é, tem dias que me sinto totalmente estressada e cansada com essas coisas que o meu pequeno apronta tb. E a gente até se culpa por se sentir assim, mas é difícil mesmo. Ser mãe não é fácil em metade do tempo! haha
bjinhos

Liten disse...

Acho que conheço este filme tambem!!

daqui a pouco passa.
Adorei o blog!

Quando puder me visite.
Beijos
Talitah Sampaio

Paloma, a mãe disse...

Ai, estou igual por aqui, sem paciência para as birras da Ciça, que aumentaram, bastante ultimamente. Acho que ela está entediada com tantas férias e desconta em mim.
Estamos precisando de um tempo separadas durante o dia(começa, escola) para sentirmos uma saudade boa e mais prazer na companhia uma da outra.
Beijos

Ariele, disse...

Ai Meeeu Deuus! Eu entendo perfeitamente oq vc tá passando, porque a Eduarda com 6 meses de vida faz eu passa por tudo isso! Mais no caso dela eu sei que o erro foi meu mesmo, que por ela ficar na UTI qnd nasceu eu dei muito mal costume, mimei demais, agora que ela começou a entender as coisas eu mesma que estou sofrendo com isso! Quando você achar uma solução para essas "manhas" me avisa tá?! Preciso muiiito dessa receita! hehe, Beijoos! :*

Camila Bandeira disse...

Ih Fabi... acho que já vi esse filme.... Acho que toda mãe precisa de férias dos filhos de vez em quando... kkkkk! Força na vitamina C e no ar-condicionado! Bjão!

Lia disse...

Fabi, Emília é um pouco mais tranquila mas também apronta muitas dessas. A gente já vai falando: "sem braveza!!" Se ela começa a brincar com a comida, suponho que não quer comer e tiro. Pode ter certeza que com essa atitude eles não perdem peso. Quanto aos pitis de contrariedade, eu não faço nada, simplesmente deixo ela chorar e tento distraí-la com outra coisa. Eles têm o direito de dar a opinião deles também, né? E é assim que os bebês se expressam, é normal.
Agora, o que parece que está pegando pra você são as noites e a falta do marido. Isso realmente não deve ser fácil. Cansada, nossa paciência cai pra zero.
O Gu está dormindo bem de dia? Emília andou passando uns dias quase sem tirar sonecas na creche, depois as noites ficavam um inferno. Eles ficam tão exaustos que não conseguem relaxar.
Mas desejo que essa fase passe logo. Acho que o que vai ajudar agora é ter alguém pra ficar com o Gu um pouquinho pra você poder descansar.
Bjos!

Fabiana disse...

Lia, o Gustavo dorme bem durante o dia. Mas sempre tem que ter um estímulo. Ou é o peito, ou uma volta de carrinho. Sozinho ele não dorme. E eu ando bem cansada mesmo.
O Gustavo tá me solicitando demais. Toda hora ele aponta para o peito e quando eu coloco pra mamar, muitas vezes ele não quer e ainda faz manha. Isto está me incomodando bastante. Talvez seja carência, pode ser que ele esteja sentindo falta do pai, sei lá.

Eu adoro amamentar, mas ultimamente estou ficando mais irritada do que com prazer.

Enfim, eu sei que tudo isto vai passar e que provavelmente eu nem vou lembrar destas fases, mas enquanto estamos vivendo isto, está complicado.
Bjos

Adriana Alencar disse...

Certa vez li que os nossos filhos fazem mais birra conosco justamente porque se sentem à vontade. Isso não acontece só na sua casa, todos passam por essa fase. Mas, anime-se, eles crescem e mudam (assim esperamos!)
Beijocas
Adri

Sarah disse...

Ai Fabi, sei como é!! Bento também tem dessas, algumas cenas que vc descreveu aqui eu vi acontecerem igualzinho lá em casa!! E é claro que a gente também cansa e perde a paciência, somos humanas né... Ainda mais se estamos doentes! Putz!!
Força querida...
bjocas

Renata disse...

Fabi, tem hora que irrita mesmo e isso não é falta de amor. O André está numa fase ótima (não vou elogiar muito...rsrsrs!), mas quando está nessa fase de birras, eu falo pro marido que dá vontade de trancá-lo em casa e sair sozinha por aí..rsrsrs!
Mas calma que passa, amiga! Respire, conte até 3 e boa sorte no próximo dia! rsrsrs!
beijos

Vivian disse...

Mas garanto que isso passa. E garanto tbm que é só uma fase. Ficava irritada qdo me diziam isso, mas é verdade. Ele ainda vai passar por alguns momentos de birra, até os dois anos, depois vc nem sabe o que é mais isso (pelo menos com o Gá foi assim).
E essa idade que o Gu estáé bem cansativa, pq estão querendo explorar o mundo e a gente tem que estar atrás o tempo todo!
Ah, Fabi, a gente bem que podia marcar um encontro né? Juntar as mamães do interior de São Paulo. Vc conhece mais alguém?
Bjo grande!

Carol disse...

Ai caramba.. espero que vc esteja melhor!!!

Beijinhos!

Manu Paz disse...

Desejo melhoras!

UM BEIJO

Martha disse...

Fabi.. a nuvemzinha tá passando por aqui tbm viu!!!>
Tem dia q Laís está impossivel.. eu q sou bem paciente, já perdi a peciencia algumas vezes.. esses dias fomos no shoping e ela gritava (pq queria correr) igual aquelas crianças q antes eu achava um terror!! Morri de vergonha!!

Tbm estou na fé que isso seja uma fase que passe logo!!!

Ah... no meu caso o peito ainda é a unica coisa q acalma ela.. !!

Bjnhos em vcs viu!

Chris Ferreira disse...

Oi Fabiana,
é assim mesmo. Eles testam os nosso limites sim. E as vezes não estamos bem e a paciência fica mais curta mesmo.
Mas como tempo as coisas vão melhorando.
beijos
Chris
http://inventandocomamamae.blogspot.com/

Patrícia Boudakian disse...

Fabi querida, em primeiro lugar gostaria de agradecer pelos comentários fofos em meu blog. Eu posso parecer mal educada mas não sou viu? É que geralmente leio do celular e é impossível comentar. Mas tô sempre aqui, mesmo que em silêncio.
Sobre birras não tenho muito a acrescentar que a maior birra da Alice por enquanto é dar pontapés de dentro da barriga... rs!
beijão!

Related Posts with Thumbnails